25 July 2012

Distúrbios Alimentares?

Então que hoje eu estava fuçando em um blog amigo, lendo postagens antigas ao invés de trabalhar. E então, vi que a dona do blog havia separado os posts por assunto/gênero, que nem em locadora de vídeo. Aí, me distraí, lendo primeiro vários posts de comédia, passei pra um mais sério, voltei pra um de comédia, passei pra um mais sério... e notei, bem depois dos posts de comédia, uns que falavam de questões privadas dessa pessoa.

Nesse blog, a pessoa teve a coragem e o desprendimento de falar sobre um assunto que eu juro que nunca entendi: anorexia e bulimia. Sério, é um preconceito lascado contra quem tem, uma coisa meio "quem, em sã consciência, deixa de comer ou vomita o que comeu, pq acha que está gorda, sendo que não está?". Quando começaram a pipocar na mídia notícias sobre garotas que sofriam com isso, no começo eu também tive preconceito. Uma das minhas piadas favoritas era "ah, eu com um mês de anorexia, emagreço tudo o que quero". Pior: tinha quem risse e falasse a mesma coisa.

Crueldade, eu sei. Por favor, peço desculpas pra quem sofre disso. Sério mesmo, peço desculpas por pensar assim. Mas eu nunca tinha conhecido alguém que sofresse com isso, ou que conhecesse alguém que conhecesse alguém que sofria com isso. Até hoje.

Bom, não vou entrar no mérito de como essa pessoa venceu a anorexia, está gatíssima hoje em dia, e do quanto eu a admiro por vencer essa batalha. Só posso falar pra ela que, quando eu li o post (enorme, por sinal), o que mais me chocou foi ela falar que se comparava com uma amiga, e mesmo estando MUITO mais magra que essa amiga, ainda assim não se via magra. Vcs conseguem visualizar essa cena? A pessoa pesar, sei lá, 30 quilos, se comparar com alguém que tem pelo menos 20 quilos a mais, e AINDA ASSIM, se visualizar como se pesasse 80? Isso não entrava na minha cabeça - até hoje.

Alguém aí conhece ou já assistiu o filme "O Amor é Cego"? Vamos resumir: o personagem do Jack Black (aquele que também fez "Escola do Rock" e "Rebobine Por Favor") é um cara que só quer ficar com a mulherada bonita e sarada e gostosa. Ele vai a uma palestra, e o palestrante "reprograma" a mente dele, para que ele passe a "ver além das aparências" - ou seja, a pessoa passa a ser bonita pra ele, independentemente se fisicamente ela é atraente ou não. Nessas, ele se apaixona pela personagem da Gwyneth Paltrow, que na verdade é obesa, mas pra ele é gatíssima; e algumas moças que são superbonitas, ele passa a achar horrorosas. O amigo dele, sabe-se lá por qual motivo, resolve que quer ajudá-lo, e pede pro guru de auto-ajuda que tire o Jack Black da hipnose. Bom, aí segue o filme, o final é previsível, mas enfim.

Tenho que confessar para vcs: o meu problema é o contrário. E, infelizmente, não sei se tem tratamento isso. Nem sei se o meu caso é doença, mesmo...O fato é que, por mais que eu me olhe no espelho, e veja que estou ACIMA do meu peso, não consigo me ver assim. É a primeira vez que assumo que, ao me olhar no espelho, não consigo me ver gorda. Isso só acontece, de verdade, quando vou provar roupas em lojas - e esse é um dos motivos de eu detestar tanto comprar roupas. É um inferno.

Por mais que as pessoas me digam "você é tão bonita, se emagrecer XX quilos, fica linda"; eu não consigo enxergar isso. Não pensem que eu não sei que estou gorda. Eu tenho consciência disso, sim. Só que, muitas vezes, não enxergo isso! Só consigo ver, realmente, quando olho pras fotos. Sei lá, é como se eu estivesse vendo OUTRA pessoa - não eu.

Muita gente vai pensar que é desculpa de gordo, que na verdade eu não quero emagrecer, que eu tenho preguiça ou não tenho força de vontade suficiente pra emagrecer. Não é verdade. Eu tenho força de vontade para emagrecer, SIM; eu sei todas as dicas de alimentação; de exercícios físicos; sei contar calorias; sei quanto eu consigo comer sem passar mal; sei o que devo comer e o que devo evitar; tudo isso. O fato é que, pra mim, a minha imagem no espelho não se altera! Eu posso pesar 50kg ou 85 kg, que a minha imagem no espelho simplesmente não muda!

Não pensem que isso é uma coisa agradável. Sabe o que é vc se olhar no espelho, não ver aqueles pneus malditos, mas receber críticas e conselhos de quem vc sabe que te ama "olha, vc está gorda", "olha, vc precisa emagrecer", "olha, assim não vai dar"? Sabe o que é vc passar a tentar emagrecer pq os outros estão te dizendo que vc precisa emagrecer, quando vc não consegue VISUALIZAR isso? E sabem como é grande o susto quando olha fotos suas, não se reconhece, pq o que vc vê no espelho é uma coisa, e nas fotos é outra, completamente diferente?

O pior é quando eu começo a fazer tudo certinho: academia, dieta, cortar calorias daqui, contar calorias dali... Ver os números da balança baixarem... Ver as roupas ficarem mais folgadas... E, mesmo assim, olhar no espelho e não visualizar mudança alguma? Dá vontade de chorar, e aí eu me tranco no banheiro do shopping e às vezes, como escondida! Aí, eu parto praquela maldita situação de recompensa: "bom, eu emagreci 2kg (pq A BALANÇA mostrou, não pq eu vi), então posso comer um bombom"; "eu tive um dia estressante, mereço um copo de Coca-Cola"; "estou com raiva do coleguinha ladrão-de-lanches, posso comer uma barra de chocolate pequena"; "estou triste, mereço um sanduíche de fast food"...

Quando chega no nível "poutz, a balança marcou que os 5 kgs que eu tinha emagrecido voltaram, agora f****, vamos chutar o balde de uma vez"; é a pior fase de todas: TODO MUNDO começa a falar "vc estava indo tão bem, agora olha só como engordou!". E a minha sensação quando estou de dieta/emagrecendo é exatamente a mesma do Garfield: "pq sinto que perdi meu melhor amigo?". Eu começo a engordar TUDO DE NOVO E MAIS UM POUCO, pq fico com medo de, por causa disso, virar uma pessoa terrível, fútil, superficial, totalmente diferente do que sou!

Alguém aí sabe explicar o que acontece? Pq acabo tendo essa distorção de imagem? Pq, mesmo quando emagreço MUITO (e olha que já cheguei a emagrecer 20 kg!), não vejo porcaria nenhuma? E pq, mesmo engordando muito (já engordei 30 kg), não vejo alteração na minha imagem?

7 comments:

Fulana said...

kkk tenho a mesma sensação. me vejo nas fotos e me acho horrível, mas quando olho no espelho me acho normal. e o pior é que as outras pessoas, nas fotos, parecem exatamente como são, e só eu pareço diferente das fotos para "ao vivo". então me questiono, será que não estou vendo?
se vc tem um peso muito incompatível com sua altura, leve isso em consideração como critério, pelo bem da sua saúde. já que pela subjetividade não vai, vamos racionalizar esse processo e preservar sua saúde! meu caso é bem diferente, a força de vontade fica embaixo de mim, que estou embaixo das cobertas! morrendo de frio!

Geíza Bolognani said...

Resumindo... peso ideal, dietas, disturbios alimentares é tudo um saco mesmo!
Vc se ama no espelho. Ainda bem, respire fundo e agradeça.
Nome da sua "doença": amor próprio.
Mas... sem sacanear (love you, baby), emagrecer um pouco só vai fazer bem a sua saúde (e ao seu ego quando for às compras).
Bjks.

Gisa said...

hehehehe olha a dona do blog aeee!

Sabe Grasi, eu entendo perfeitamente o que voce vive. Digamos que eu tambem estou nessa fase agora, mas por motivos diferentes.

Eu nao consigo mais me "ver" no espelho (quando vou em lojas e afins). Eu me "olho", mas nao me vejo. Nao me vejo gorda nem magra, è como se eu nao me visse de verdade.

Eu acho que no meu caso è uma forma de defesa. Sei là, acho que inconscientemente programei meu cerebro pra nao me ver... porque assim nao posso me fixar, nao posso me decepcionar... ou talvez nao me veja pelo medo de me ver e me enxergar gorda de novo...Sei là, mas acho que è isso.

Um dia li que ninguem supera a anorexia... um americano especialista em disturbios alimentares dizia que as pessoas com essa doença lutam contra ela pelo resto de suas vidas... Na època achei que fosse exagero mas hoje começo a achar que è verdade.
Ele dizia que, inconscientemente, a mente da pessoa fica criando "modos" de escapar da doença o tempo todo... porque a anorexia fica presente na vida da pessoa pra sempre...

A anorexia è muito complexa, muito, muito complexa, mas eu começo a achar que esse "nao me ver" è um dos "modos" de escapar da doença que o mèdico falou.
Enfim, eu cheguei à conclusao de que alguem sò pode "superar" a anorexia quando passa a entender ela. Mas pra entender a bicha a gente fica louquinha, louquinha!

Mas vamos ao seu caso:
Eu nao acho que tenha nada de errado com voce, ao contrario, queria ser tao bem-resolvida assim. Acho que voce nao ve diferença porque pra voce nao importa.. Nao porque voce seja desleixada (como parece ser o que as pessoas pensam - de acordo com o que voce contou), mas porque voce è tao bem-resolvida dentro de si que nao se importa com os padroes idiotas que a sociedade impoe.

Vamos deixar de lado as fixaçoes que a anorexia me colocou e vamos pensar como pessoas normais: Quem è que disse que pra ser linda a mulher tem que ser magra?? Por que as pessoas nao conseguem entender que uma mulher pode ser linda mesmo tendo uns quilinhos a mais??

Voce nao ve os quilinhos a mais nem a menos porque sua mente està muito ACIMA desses padroes que a sociedade impoe! E as pessoas continuam te enchendo o saco porque a maioria delas PRECISAM se encaixar nesses padroes para serem felizes... e nao entendem as pessoas que nao precisam deles para terem uma grande auto-estima!

Eu acho que è isso.

Beijos e obrigada de novo pelo carinho! ;)

Natália said...

Vou falar que te entendo. Eu engordei depois que entrei pra faculdade. Depois, descobri que tenho hipotireoidismo e estava com Cushing. Emagreci alguns quilos, depois que me curei do Cushing e que comecei a tomar hormônio para regularizar o hipo. Mas, não voltei ao peso anterior, de antes de entrar pra faculdade. Pra voltar para aquele peso, só dieta. E.. eu nunca soube fazer dieta. Eu SEMPRE me senti gorda (e olha q eu pesava 55-57 kg em 1,71m. Ou seja, não era gorda! pf!) mas sempre malhava pra perder os dois ou três quilos que queria. E, depois, voltava a engordá-los. Sempre.. desde q eu tinha uns 11 anos, era assim. Nunca dei conta de fazer dieta. Acho que nunca nem tentei, de verdade...

Enfim. Mas a questão é: depois que eu engordei, eu SEI que eu engordei, as pessoas me falam que eu engordei, bla bla bla. Mas, qndo me olho no espelho, tbm não vejo nada!! Só vejo "porran, engordei" qndo vou comprar roupa e qndo vejo fotos. E aí, vontade de morrer, né?! Então, super sei como vc se sente.

Não sei se a sua situação é a mesma que a minha mas eu acho q isso acontece cmg pq eu ja estava acostumada a uma imagem minha. Anos com essa imagem. E aí, do nada, ter outra imagem, ainda não acostumei, sabe? E, por isso, só qndo eu vejo minhas bochechas redondonas nas fotos é que eu penso "velho, mas essa não sou eu!". Mas sou, né? Mas sou...

Agora, isso de perder VINTE quilos e não ver diferença.. talvez fosse bom vc ir ao psicólogo. Cara, vinte quilos é MUITA coisa pra vc não ver diferença!!! Tem q ver o q pode ser isso aí..

=/

Cristiano said...

Moça eu nao sei o que escrever... somente:

E a saude? Como vai?

É estranho toda a variacao e vc nao perceber... vc se olha no espelho? tem esse habito?

Isadora Almeida said...

Nossa, parece até que fui eu quem escreveu esse post. Eu passo pela mesma situação, tenho sindrome do ovario policistico e preciso manter meu peso, mas como saber se estou mais gorda ou mais magra se não enxergo isso? Sinceramente, só ver os numeros baixando na balança não me satisfaz, eu quero mudanças em mim, me sentir melhor enxergando uma pessoa diferente no espelho, mas não consigo. Odeio tirar fotos, e quando tiro sempre me assusto porque elas revelam o quanto estou gorda. Talvez, ao invés de me olhar no espelho eu deva tirar fotos para fazer o controle do meu peso, quem sabe assim me sinta melhor...

Julia Honorato said...

Nossa, realmente eu pensei que era a única que sentia isso que você descreveu.
Eu me vejo no espelho e me acho super bem, ai imagina o susto que eu levo quando vejo minha imagem em fotos, fico imaginando "o que houve, pq agorinha me olhei no espelho e não era essa bolinha que eu vi".
E como você descreveu as outras pessoas estão exatamente iguais e eu completamente diferene aos meus olhos.
A parte de fazer dietas com certeza é a mais difícil quando a gente não percebe que está mais ou menos gorda.
Amiga pode ter certeza você não está sozinha, e obrigada por dividir sua história conosco.