21 December 2011

Final de ano...

Então que é final de ano, eu tou no escritório e não tou a fim de fazer nada. Gripada. Nem eu tou me aguentando. E cansada por conta da seção shopping de ontem... Gente, não tou me reconhecendo!

15 December 2011

Até Isso!

Então que tou tão puteada dos cornos com o que aconteceu hj que estou até pintando as unhas no meio do expediente. O chefe não tá aqui pra pegar no pé, então...

Mas sem esse glamour todo, né?

Clientes... Hunf!

Então que na última terça-feira saiu uma sentença de uma ação que ao mesmo tempo era simples e complicada. Simples pq só tinha um pedido; complicada pq esse maldito pedido era justamente a condenação por dano moral, na área trabalhista.

Quem ingressou com a ação pediu R$ 25.000,00 de indenização por dano moral; o juiz condenou em R$ 3.000,00, justificando que a indenização teria "caráter educativo". Eu comprei a briga do cliente, achei absurdo o pedido, fiz todo o melhor que poderia fazer. Fui na audiência, tirei a testemunha do sério, fiz todas as perguntas possíveis para descaracterizar o dano moral. Na saída da audiência, o cliente saiu feliz e contente, achando minha atuação ótima (modéstia à parte, eu também); tudo estava bem.

Depois que saiu essa sentença, tudo mudou. Na terça-feira, o cliente telefonou quase que tomando satisfações, querendo saber pq o juiz condenou ao pagamento da indenização, se a testemunha era suspeita e as provas eram forjadas! Questionou pq o juiz aceitou as provas, não tirou do processo as provas, tudo isso.

Hoje, vieram aqui pra cancelar o contrato, por conta disso. Estou me sentindo péssima, como advogada. E como, infelizmente, não tem como eu abrir a cabeça do cliente pra mostrar que "ganham-se umas, perdem-se outras), nem que o estrago não foi tão grande (EU acho que baixar condenação de 25.000 pra 3.000 é um grande negócio), e que AINDA TEMOS UMA INSTÂNCIA SUPERIOR pra gente brigar, estou presentemente com raiva do mundo.

Cara, eu te juro que às vezes tenho raiva das malditas colunas "Meu Direito" que a maledeta Vênus Platinada divulga. Pq ela mostra as coisas de uma forma tão didática e tão direta e tão objetiva e tão SUPERFICIAL que... fica parecendo que é só aquilo.

Aí vem um sujeito dizer pra mim, NA FRENTE DO MEU CHEFE, que "eu sei que não sou da área do Direito nem nada, eu sou coveiro/padeiro/modelo para vibradores, mas eu entendo que essa era uma ação fácil e ganha e não sei como vocês foram me fazer perder". Eu juro que tenho raiva quando vem um cliente falar em "causa ganha". Eu tenho GANAS quando alguém da minha família me fala isso, e não quer ouvir de maneira alguma que NÃO EXISTE CAUSA GANHA PORRA NENHUMA, CARALHO! O que existe é probabilidade de ganho, e pode variar de 50% a 90%. Depende das provas. Depende das testemunhas. Depende das alegações. Depende dos documentos. Depende DO JUIZ, que vai analisar todo aquela montoeira de coisas, e te falar se no final vc tem razão. A palavra final não é do advogado, por melhor que ele seja. Uma hora ou outra, mesmo o melhor advogado do MUNDO vai perder causa. Se um advogado diz que nunca perdeu uma causa, ele só pode ser mentiroso ou covarde, daqueles que faz acordo até de figurinha de bala. Mas aí, eu não entendo que ele nunca perdeu uma causa. Em acordo, a gente SEMPRE perde um pouco. Pode perder menos ou deixar de ganhar mais, mas não existe acordo que atenda 100% às tuas pretensões.

Não quero mais falar do assunto. Eu ia falar sobre o filme dos Hooligans (Green Street Hooligans, no original), mas até perdi o pique.


12 December 2011

Pohan...

Então que, como eu faço todos os dias, abri o blogger para ver as estatísticas de visualizações dos blogs, aprovar os comentários (sim, se a pessoa for mal-educada ou colocar alguma coisa ofensiva, vai pro caderninho preto do Papai Noel ostracismo), dar uma olhada nas atualizações dos blogs que não estão nos favoritos, essas coisas.

Eu já estou acostumada com a galera comentando sempre nos dois últimos posts do blog, pq né, vamocombiná que ninguém mais tem tempo sobrando pra ler TODOS os artigos de tudo quanto é blog que acha interessante e lê com uma certa frequência. E se é pra dizer só, apenas e tão somente e unicamente e exclusivamente "ameiseublogsegueeuquieutesigotb!", melhor nem comentar.

** DESABAFO MODE ON **

Tou falando disso aí em cima pq recebi dois e-mails DESAFORADOS e alguns comments reclamando do meu post sobre a língua portuguesa. Gente que achou que mandei indiretas pra eles (ou seja, são analfabetos funcionais ou vírgulas killers). Se vc SEMPRE escreve que ama meu blog E também dá sua opinião sobre ele, eu faço coraçãozinho com a mão pra vc. Se vc quer simplesmente que eu te siga, independentemente do que eu escrevo e de qualquer ligação que nós dois/duas possamos ter criado... sinto muito, bebê, mas NÃO VOU te seguir. NÃO VOU seguir teu blog. Não sou figurinha pra ficar completando teu álbum.

Então, se vc comenta aqui no blog pq leu o texto e quer dar sua opinião livre e desembaraçada de qualquer vício de vontade, seja bem-vindo(a)! Os comentários que se resumem a "beijomeseguepliiiiiiiiiis" podem até não ser deletados, mas que eu não sigo, ah, não sigo. Nem indico.

** DESABAFO MODE OFF **

Voltando. Hoje fui aprovar alguns comentários, e dei de cara com um comentário em um post de JULHO deste ano! Gentem, JULHO! Na boa, isso me deixou feliz, pois alguém se deu ao TRABALHO e ao LOSHO de ler algo que não fala sobre renas, Papai Noel, bolinhas de Natal, peru, Palácio Avenida e similares.
O post em questão foi um que eu comentei da tão famosa e propagada frase "imagina quando chegar a Copa". O que me deixou de peito tão estufado que até estou com medo do sutiã arrebentar foi que ALGUÉM resolveu criar, agora em dezembro, um blog justamente com esse assunto! Sério!

O Imagina na Copa tá pegando imagens das redes sociais, onde alguém faça um comentário sobre a frase. Me senti A inspiradora! E o mais engraçado é que todo mundo coloca o tempo todo, seja pro que for, um "imagina na copa"... Acho que se faltar panetone no mercado, vão colocar "imagina na copa", hehehehehehehehhe.

Vale a pena dar uma olhada, eu achei muito interessante o blog. E acho que tb é legal mandar contribuições (afinal, a pessoa DEVE TER uma vida do outro lado do monitor) pra administradora - no perfil, tá marcado "sexo feminino".

Pode até ser que não vá ter montagem com áudios e situações do tipo "Imagina na Copa..."; mas que já tem um blog com esse assunto, JÁ TEM! Divulgaê!

07 December 2011

Esmaltices - Comprei Mais Esmaltes

Então que comprei mais esmaltes. Cheguei à marca de 100! Na verdade, eu PASSEI essa marca, se contar também os repetidos e as bases. Mas a felicidade-mor chegou na sexta passada, pelo correio, vinda diretamente do Rio de Janeiro.

Foi no blog da Sarah B. que comprei 3 importadinhos que eu queria muuuuuuito, depois de ler TANTO sobre as marcas no Loucas Por Esmaltes. A Sarah B. volta e meia faz um blogsale, vendendo esmaltes que já foram swachteados (ou seja, que já foram mostrados no blog) e alguns novos. Pra quem não tem cartão internacional como eu, mimimi, acho que é uma EXCELENTE alternativa!

Os meus OPI, Orly e Essence chegaram embalados com plástico bolha (olha o cuidadinho!), em perfeito estado e nem dava pra notar que tinham sido swatcheados! Sério! Pra mim, que há tempos queria um OPI, foi a melhor coisa que me aconteceu no terreno esmaltístico. hehehehehehehe

"Roubei" as fotos da Sarah B. mostrando os esmaltes, só pra me exibir mostrar as minhas aquisições. Já testei os esmaltes nas minhas unhas, no disco de testes e me surpreendi com o BRILHO dos babies minha alma drag agradece!

Essence - Trendsetter
No início, achei que o Essence não seria o meu preferido. Mas quando passei na unha (sim, eu só passei em UMA unha até agora), virou o meu queridinho, aquele que fez valer a pena ter entrado no blogsale, comprar... Só pra lembrar: essa foto NÃO É MINHA, são as unhas da Sarah, mas eu REALMENTE precisava mostrar as cores! É ou não é a coisa mais ti munitim di mamãe (depois do Luque, é claro)?

OPI - Mermaid Tears
Vou contar a verdade pra vcs: esse OPI eu não comprei exclusivamente por ser... OPI. Ele faz parte da Coleção do Piratas do Caribe (é, o filme), que eu vi faz um teeeeeeempo na internet. Desde então, queria um pra chamar de meu. Ao vivo ele é mais clarinho, mas o brilho é essa coisa toda da foto.

Orly - Naughty or Nice
Por fim, o Orly. Originalmente, eu me interessei pelo OPI, e escolhi o Orly como "alternativa". Ele PARECE preto, mas na verdade é um vinho muito do bonito e o que mais brilha dos 3. A esmaltação dele é uma delícia, fica PERFEITO com duas camadas, e... é Orly, né, minha gente? Adorei também a tampa emborrachada do vidro.

Enfim, o que dizer desses esmaltes? AMO VOCÊS! E obrigada obrigada obrigada obrigada obrigada à Sarah B., por fazer o blogsale - e que foi superfofa durante todos os nossos contatos; às meninas do LPE, por terem divulgado o blogsale; e à minha mãe, que recebeu os esmaltes em casa!

Ainda tenho que disponibilizar os swatches dos Beauty Colors. Espero que dê tempo pra postar logo!

05 December 2011

Por Favor, Por Favor, Por Favor...

NÃÃÃÃÃÃOOOOOO!!!!!
Então que eu sigo alguns blogs q nem sei pq sigo. Sério. Acho que era algo no estilo "segue eu lá, miguxa, tou sorteando esmaltes", e o negócio ficou. O problema é que eu não sei REALMENTE pq continuo seguindo blogs que não só maltratam a pobre língua portuguesa, mas que assassinam vírgulas em série.

Quando eu era criança pequena lá em Barbacena, adorava estudar Português. Era a minha matéria favorita, a que eu achava mais fácil, a que me garantia excelentes notas. Dificilmente tirei abaixo de 8,5 em Português. E olha que eu nem me dedicava. Sério. Sei lá, só prestava atenção nas aulas, fazia a "lição de casa" e - PUF! - ia muito bem nas provas. Não estou aqui me gabando, erguendo a minha bola, nada desse naipe. Português era fácil pq era uma coisa super-lógica pra mim, fazia sentido. Como acontece com Direito Civil e Processo Civil, hoje em dia.

Quando leio um blog que lima todas as vírgulas de uma frase, eu juro que tenho medo. Medo e raiva. Medo e raiva e desânimo. Medo e raiva e desânimo e vontade-de-bater-com-um-dicionário-Aurélio na cabeça dessa pessôua que acha legal escrever UM PARÁGRAFO INTEIRO sem vírgulas! Sem contar os pleonasmos, os gerúndios mal empregados estilo telemarketing, saca?, a ortografia lesionada de forma a incapacitar "para as ocupações habituais, por mais de 30 (trinta) dias" (analogia ao art. 129, § 1o, inciso I do Código Penal: lesão corporal de natureza grave). E não vamos sequer falar do miguxês, essa praga internética que se disseminou feito micose, tão rápido que não deu tempo nem de piscar.

Aí vem vc e me pergunta pq eu continuo seguindo esse blog, já que ele me faz tão mal. Gente, eu juro que tenho esperanças que essa pessôua um dia tome gosto pela Língua Portuguesa e PASSE A ESCREVER DIREITO! Que utilize as vírgulas, pra começar.

Ou talvez eu continue seguindo esse blog pela experiência mística da dor. Pq, gentem, eu juro que meus olhos DOEM cada vez que leio uma frase sem vírgulas, com erros de ortografia, e miguxês - tudoissojuntonumaúnicafrase.

Por isso eu peço, pessoal... Ao criarem um blog, respeitem a Língua Portuguesa. Usem as vírgulas. Prestem atenção à ortografia. Mas, principalmente... NÃO USEM MIGUXÊS!

02 December 2011

Preparando o Espírito...

Hoje à noite faço um post lindo, lindo pra vcs. Estou me enrolando a semana inteira, mas o fato é que ficar fazendo vários posts sobre o quanto estou estressada já deu. Chega. Quero um post bonito, bem fofo, todo trabalhado no glitter e no glamour.

Pra melhorar o meu dia - e, consequentemente, o de vcs - recomendo a leitura de dois blogs de cartunistas  com tirinhas fofas e engraçadas: o Gi & Kim e o Um Sábado Qualquer. Inclusive, nesse último, teve um concurso para que diversos artistas fizessem imagens de Jesus sorrindo. Se alguém aí precisa de um sorriso, é muito difícil olhar as imagens que vários artistas fizeram... e não sorrir o meu preferido foi um Jesus metaleiro, hahahahhahaa.

Então, à noite nos encontramos, neste mesmo blog-canal.

29 November 2011

Eu quero...

Então que eu estou MEGA CHATA, hoje. Eu quero um chocolate Alpino...

Quero um colo, um cafuné, um filme bobo, coberta e algo bom de comer.

E quero que os ZÓIO FURADO que estão me roubando energia SUMAM da minha vida! Definitivamente!

E, é claro, dinheiro e férias.

27 November 2011

Esmaltices - Kit Outubro Rosa

Eu já falei aqui que, por conta da parceria com a Beauty Color, recebi um kitiznho, com cara de kit, mesmo, por causa do release do Outubro Rosa. E também falei que ainda não tinha testado os esmaltes e, por isso, não queria falar nada sobre o kit (ainda).

Hoje tirei o dia para testar (pelo menos isso!) os esmaltes. Tirei foteeeeenhas, que precisam ser renomeadas e talz, e por isso, serão "esmaltices" a conta-gotas. Posso falar que o kit, da forma como veio, deu uma impressão bem melhor do que o envio só de esmaltes soltos.

Ordinário, MARCHE!
Como vocês podem ver, o kit é muito fofo, e o Balé aí do kit é o primeiro que a Beauty Color me mandou - ou seja, já fiz um release sobre ele, lembram? Por isso que o vidrinho está tão usado (dei o segundo pra minha mãe).

Fiquei de explicar pra vcs a minha decepção com o Pink Pong (é o último vidrinho da foto, à direita). Na realidade, eu gostei da cor, apesar de ser neon. O que me deixou... intrigada, digamos assim, é que eu não vejo PINK nele, vejo LARANJA! A Beauty Color tem um outro esmalte laranjão, mas sem ele pra comparar, não tem como vcs serem daltônicos verem a discrepância da cor como eu.

Bem, o Pink Pong só fica mesmo fiel à cor do vidro quando a gente passa um nude por baixo. E não é qualquer nude, não, tem que ser um nude com fundo rosado, pero no mucho. Pra quem quiser investir no próprio kit (vieram pra mim Base Setim, Balé, Bem Amada, Pink Tulipa, Pink Pong), sugiro usar 1 camada do Balé por baixo do Pink Pong. Quer saber pq?


Pink Pong sozinho; com francesinha com o Balé; com o Balé como base; com o Segunda Pele (Colorama) como base

Acho que não dá pra ver nessa foto (e nem nas outras) que o Pink Pong não cobre o branquinho da unha nem com quatro camadas. Aí só tem duas, pq mais que isso, só com muito amor no coração - posso chegar à terceira, se eu estiver muito apaixonada pela cor em questã. Dessas combinações aí da foto, a que eu mais gostei foi usando o Balé como base, pois mudou a cor pra um rosa neon bem aceso, bem NEON, mesmo.

A esmaltação que deixou o esmalte mais fiel ao que aparece no vidro foi com o Segunda Pele (Colorama), mas dá pra usar o Patins (Impala - coleção Disco) ou o Balé Clássico (Colorama), também.

Dá pra ver as diferenças?
Olhando a foto aí de cima, acho que dá pra perceber melhor as diferenças que eu falei. Gosto bastante da aplicação dos esmaltes da Beauty Color, muito tranquilos - exceto pelo Trendy, que parece que foi engrossando do nada!

Fico devendo pra vcs os outros esmaltes do kit, e também o Trendy. Mas fica pra outro dia, pq senão o post fica longo, ninguém lê e aí...




22 November 2011

Porque Às Vezes Eu Rio Sozinha

Então que na frente do micro aqui do trabalho, às vezes eu me distraio. Começo procurando uma coisa e vou cair em links como esse daqui. Aí fiquei rindo sozinha feito boba, pq tenho certeza que, guardadas as devidas circunstâncias, eu com certeza iria ouvir a mesma frase, quase que com as mesmas palavras.

E agora, só de ficar lembrando da mãe da moça fazendo a fatídica pergunta, eu começo a dar risada sozinha - de novo. Tou parecendo o Khaoe - que se ler este blog, vai entender o que eu quero dizer no momento em que os olhos baterem na frase "Khaoe, lembra aquele dia no John Bull? Não é pra rir". Garanto que já tá dando risada.

Preciso contar mais DUAS coisas: ontem o Fá me presenteou não com um, mas com TRÊS esmaltes azuis!!! Amei, amei, amei! Dois Ana Hickmann (New York e Hip Hop), e um da Impala (Royal). Não vejo a hora desse que estou usando lascar pra poder usar o Hip Hop.

A outra coisa é que... ele me deu... MAIS UMA boneca Monster High!!! Eu tou achando essas bonecas tão lindinhas que quero simplesmente TODAS. Com a Cleo, que eu ganhei hoje, já são três.

Cleo de Nile - Dead Tired
Eu comprei pra mim a Frankie...

Frankie Stein - Dead Tired
E ganhei do Fá, na semana passada, a Ghoulia:

Ghoulia Yelps - Dead Tired
Essas bonequinhas são mais "magrinhas" que a Barbie (que ainda tem um pé nos anos 50, muito quadril e busto e pouca cintura), mas são super fofas e as mais baratas dessa coleção.

Preciso falar mais nada, né? Ainda estou estressada, mas uma estressada feliz!!! #ObrigadaAmor

21 November 2011

Pra Assistir Fazendo as Unhas/Na Manicure

Pra Assistir Fazendo as Unhas

Essa vai ser uma coluna sem dia marcado, sem hora pra acontecer, pra fazer um teste. Um novo projeto está a caminho, xuxuzada, e se der certo, vai ter casa própria do Baú da Felicidade!

Pelo nome, vcs vão poder imaginar do que se trata, né? São aqueles programas de TV (aberta ou a cabo) que eu consigo "assistir" enquanto pinto as unhas... Programinhas divertidos, estilo cultura inútil (ou SBTísticos style), mas que mesmo assim, me divertem durante o processo de escolha de UM entre os meus cento e poucos esmaltes.

Aguardem as novidades!

Te Vejo Lá/Aqui!

18 November 2011

Ainda estou estressada...

Estressada, EU?
Aos fãs do Kiss: perdoem a piadinha com o Gene Simmons, mas é que essa foto é a que retrata melhor a minha reação ao constatar que, SIM, eu estou estressadaça.

Já falei do stress no outro blog, falei dos sintomas, indiquei que stress EM SI não é doença... E aqui estou eu, tentando por todos os meios me "desestressar". Vcs podem pensar que é só deitar na cama, relaxar e PUF! - o stress foi embora. Eu também achava isso, até ficar REALMENTE estressada.

Se livrar do stress tá sendo muito mais difícil do que ficar estressada, hahahahahaha. Pq tem pelo menos umas três ou quatro pessoas virando pra mim e falando "vc tem que relaxar, vc tem que relaxar, vc tem que relaxar" e tou vendo que não é bem assim.

Eu posso deitar na cama, pra ler um livro bobinho dentre os muitos que tenho no gênero "mulherzinha", mas nenhum consegue manter a minha atenção por muito tempo. Uma história longa Hy, Marian Keyes exige um mínimo de concentração, por mais bobinha e mulherzinha que seja. Vc tem que lembrar de alguns detalhes importantes, pra não ficar voltando atrás no livro, melhor estilo "mas peraí, ela não tava com outro, lá atrás?", e a falta de concentração te impede de seguir o raciocínio que qualquer livro minimamente bem escrito tem fora vampiros vegetarianos! .

Por isso que tenho lido blogs direto, diariamente. Blogs de postagem diária (ou quase diária) têm histórias compactas no tempo exato que a minha mente consegue manter o foco. Depois disso, é só ladeira abaixo. Deve ser por isso que não tenho conseguido trabalhar direito: eu olho a história da petição, olho olho olho E OLHO... e nada acontece. Nenhuma inspiração, nenhum brainstorm, epifania, uma linha que preste, L-A-D-A.

Em relação aos seriadinhos, só consigo assistir os de comédia, e mesmo assim, só DOIS conseguem prender minha atenção durante todo o episódio: The Big Bang Theory e 2 Broke Girls. Embora o primeiro seja sobre nerds/geeks e o segundo seja sobre... 2 falidas er, que óbvio!, são as historinhas curtas apresentadas que mantém a minha atenção. O resto - novela, telejornal, programa de auditório, desenho animado - me entedia depois de uns 10 minutos. Aí, eu fico zapeando até achar alguma coisa que eu consiga manter o foco e deixo por... sei lá, uns 20 minutos.

Só que a minha expressão fica bem pior do que aí em cima...

A gente pensa que é fácil esvaziar a mente e descansar. O fato é que, quando estou sem fazer nada, me sinto perdendo tempo, e se estou fazendo alguma coisa, sinto um cansaço ACIMA da média. Não é aquele cansaço que, se vc dormir umas 138351 horinhas a mais, vai passar. Nem assim passa. E o pior: não identifico a porcaria do "fato gerador" dessa droga de stress.

Eu tenho tentado sair um pouquinho mais, pra espairecer - só que, niqui eu começo a pensar em sair, vai dando uma gastuuuuuura... uma moleeeeeeeza... uma preguiiiiiiiiiiça... E entramos na roda viva roda mundo, roda gigante/Roda moinho, roda pião/O tempo rodou num instante/Nas voltas do meu coração... e começa tudinovo! É um saco!

Esse negócio de stress é uma coisa ruim e me estressa!

10 November 2011

Adoro meus amigos...

Love you, Friends!

Então que recentemente eu fiz váááááários amigos e amigas virtualmente (vide #LuanaBacci, #Neanderthal, #OutraErrante) - e mantenho a amizade com pelo menos uns 10 (alô, #LeoCarbonera, #MasseliChaparin, #TatiPediconi, #MileneAzambuja, #ThaisAzambuja, #RilenaLuna, #FabíolaGrosch...), desde os áureos tempos de faculdade, internet discada, etc. Até arranjei namorado, que passou do mundo virtual pro real (contei aqui e aqui).

Ontem eu estava lendo um texto do Tico Santa Cruz sobre a questão da USP. É, aquela que tá na mídia, essa mesma que vcs tão pensando. Comecei a reler e reler e reler matérias e opniões sobre o tema, e também revi alguns posicionamentos (preconceituosos, eu assumo) que tinha ANTES de ler tanto e tanta coisa sobre a coisa.

Mas não é da minha opinião sobre a USP que eu vim falar.

Entrei ontem no twitter, depois de ler o blog do Tico Santa Cruz, e postei simplesmente "Pq sempre que eu leio o blog do eu tenho que rever meus conceitos sb os assuntos do momento...?" - e não imaginei o que viria na sequência.

O Tico retuitou a frase e depois disso, recebi uma enxurrada de tweets! Gente que nem sabia que eu existia até então, não me seguiam, não conhecem o blog, nãome conhecem... Enfim. Teve gente que  falou simplesmente "pq ele fala com embasamento" (sem atacar, estilo "constatação de fato"), e teve uns mais reacionários que resolveram que eu merecia ser execrada em público (leia-se, Twitter) e aos quais não dei atenção. Li que eu era uma analfabeta política, uma ovelha a ser carregada pelos pastores da hipocrisia, uma defensora de baderneiros, uma alienada fruto da sociedade fascista, uma mera consumista de opiniões de sub-celebridades metidas a intelectuais (acho que esse viu a diversidade de pessoas que eu sigo)... Fora os palavrões. Esses, dei block sem dó, piedade ou compaixão.

Por conta disso, lembrando que a Luana tinha sido USPiana, resolvi encher o saco dela sobre o assunto. Nada melhor que alguém que vivenciou o dia-a-dia USPiano pra falar sobre o assunto, não é mesmo? E ela postou sobre o assunto, mesmo.

Bom, agora é que vem mais uma declaração de amor aos meus amigos: comentei lá o que eu tinha achado do texto e da situação em si. Dei um tempo, e depois do almoço, resolvi ler os outros comentários da questã. Foi aí que notei que meus amigos não são gado, não são cordeirinhos, não são vaquinhas de presépio: a Neanderthal (Olívia, para os íntimos) postou o comentário dela, e contestou uma questão que eu tinha levantado lá. SEM ME AGREDIR. Sem me julgar. Sem ficar me julgando ou me taxando de p@#$ nenhuma por conta do meu posicionamento.

Coraçãozinho com a mão proceis.
Eu sei que assumir um posicionamento diferente às vezes é chato, principalmente quando se trata dos nossos amigos. O detalhe é eles continuarem gostando de nós, nos prestigiando, nos apoiando, mesmo assim. E hoje eu senti isso. Pode parecer bobagem, mas eu sei que o #LeoCarbonera, por exemplo, ia continuar sendo meu amigo mesmo que eu fosse gremista - o que não sou, diga-se de passagem. Ia ficar decepcionado, tentando me doutrinar pra ser colorada, ia ficar decepcionado por não conseguir, mas... ia continuar sendo meu amigo.

Por isso... BEIJO, XUXUZADA DA GRASI!

07 November 2011

Esmaltices - Kit Beauty Color (Outubro Rosa) e Site

Eu falei outro dia do Kit de Esmaltes da Beauty Color que recebi por conta da divulgação da campanha do Outubro Rosa (podem ler aqui). Falei que ia postar fotos, mas ainda não achei uma paisagem e uma iluminação boa o suficiente pra mostrar kit e os esmaltes.


Detalhe do esmalte VERMELHO da Modelo!

Por isso mesmo, saí em busca pelas fotos perfeitas do kit no Google, e achei neste blog aqui exatamente o que eu queria fazer e mostrar! As cores nas fotos estão bem fiéis ao que é na realidade, INCLUSIVE em relação ao Pink Pong (que quando é pra falar, eu sempre erro o nome).

Eu testei na sexta o site da Beauty Color Esmaltes, que tem como principal modelo a Isabel Hickmann mas poderia ser eu, tenho as mãos lindas. O link que direciona para demonstração dos produtos é muito bom, mas a coloração dos esmaltes muda um pouquinho quando a gente clica neles para ver as cores. Ao vivo as cores são mais bonitas do que no site: não sei se é o efeito photoshop que tirou as celulites da Mulher Melancia e da Mulher Melão ou se não usaram fotos mesmo (talvez um arquivo de computador, pq parece muito mais com desenho do que com foto).

O simulador de produtos do site também é legal. Bom pra brincar, já que as cores não correspondem ao que vêm no vidro de esmalte de verdade. Prova disso é que o Pink Pong, que é um neon, fica totalmente cor-de-rosa no simulador, lembrando um pouco o Puro Glamour da Colorama, enquanto que o Trendy (azul marinho fosco) ficou PRETO. Entre os dois simuladores, ainda fico com o da Colorama, que as cores são mais fiéis ao vidro (mas não muito).

O que eu gostei muito no simulador da Beauty Color (e não tem no da Colorama) é que vc pode brincar com o tamanho e formato das unhas. As unhas podem ficar bem arredondadas ou ultra quadradas estilo novela mexicana, e também vão dos cotocos ao mega comprido estilo Zé do Caixão. Amei, é inovador e bem prático, já que a gente pode ver com qual cor combina melhor com o comprimento escolhido. Isso ajuda pra gente não basear as escolhas só no "cotocos-esmaltes claros/Zé do Caixão-esmaltes escuros".

Ainda estou testando os esmaltes, mas sem fotos. O Pink Pong só fica fiel à cor do vidro se usar um nude rosinha por baixo (usei um da New Color, presente da sogra cof cof cof), sozinho ele não cobre o branco da unha nem com QUATRO camadas. Como camada final, ele fica perfeito e muda muito a cor de fundo - o Balé da Beauty Color ficou muito legal com ele por cima.

Enfim, é isso. Mais esmaltices no decorrer da semana, conforme eu for trocando de cores.

04 November 2011

Mais Esmaltices!

Esmalte é mara!

Começamos o mês de novembro, e no último dia do mês de outubro (segunda-feira, rélouin, essas coisas), recebi da Beauty Color (tenho parceria com eles, lembram?) um KIT por conta do Outubro Rosa - esse sim, um kit que faz jus ao nome.

Enviaram 5 vidrinhos: 1 de base setim (é como está escrito no vidro!), e 4 de tons de rosa, sendo que um deles é o Balé, que eu mostrei aqui, e acabei "presenteando" a minha mãe com ele. As outras cores enviadas foram o Pink Pong (neon que no site da Beauty Color está como fluorescente), Bem Amada (cintilante) e Pink Tulipa (que eles colocaram como cremoso).

Já passei os bonitos na unha, e achei que ficaram devendo um pouco, principalmente o Pink Pong, pois não cobre o branco da unha legal. Não vou falar nada além disso dos esmaltes, pq não cheguei a usar os babies, e não tenho fotos comprobatórias do que eu digo (ainda).

Em compensação, o TRENDY... MEU DEUS, QUE LOUCURA DE ESMALTE!!! Me apaixonei por ele! Quero muito usar esse bonito! Cobre com duas camadas, demora um pouco pra secar, mas vale a pena, pq ele fosco é uma coisa! Pra complementar o tom de azul, passei um glitter prata da New Color que ganhei da sogra (cof cof cof) e o Disco Ball da Impala. Não imaginei que conseguisse fazer um esmalte ficar mais bonito do que já é, mas... ESSE SE SUPERA! Façam o teste, façam o teste, façam o teste!

Neste final de semana consigo novas e boas fotos pra vcs. Tomara. Eu acho...

31 October 2011

Início de Namoro (parte 2)

Então que eu deixei todo mundo na vontade de saber a sequência da minha love story hauhauhauhauhauhau, como eu sou malvada, hahahhahahahahhahahaha.

Bom, antes de mais nada, eu realmente tive que RELER o post anterior pra conseguir lembrar até que ponto da história eu tinha contado pra vcs. Adiantava muito eu começar a contar de metade da história, me encher o saquito e fazer a continuação de novo...

Não, amor, eu não teclava assim com vc!
Enfim. A primeira mensagem que recebi do Fá no Orkut, foi em 01/09/2005, falando que eu tinha ganhado o leilão. No dia 22 ou 24 (desculpa, amor, não vou lembrar MESMO!), no mesmo dia do aniversário da Dona Cleusa, que trabalhava comigo no cartório, foi quando a gente marcou de se encontrar na frente do Shopping Mueller. JustaNente nesse dia, eu tinha uma prova marcada, não podia faltar de jeito nenhum. Lembro que uns dias antes mandei mensagem pra ele, perguntando se ele não toparia me desejar boa prova, aí a gente aproveitava pra se conhecer.

No dia marcado, na frente do Mueller, eu estava ansiosa, querendo conhecer o Fá, morrendo de medo e tudo mais, full package. Quando reconheci ele na porta do Mueller, meu coração disparou, fiquei de pernas bambas, não conseguia ir até ele sem parecer uma idiota completa! Resolvi entrar no shopping, dei uma volta por lá, até criar coragem e falar com ele. Só na loja da TIM que tem no piso CA, eu entrei umas 2 vezes, de tão ansiosa que estava!

Não somos nós, mas o meu sorriso fica igualinho quando vejo o Fá!

Depois disso, a conversa fluiu. Aos poucos, né, pq eu queria pq queria beijar o Fá logo, então fiquei jogando charme que nem uma retardada: olhava de ladinho, lançava indiretas, fazia bico... Na hora que ele tocou no meu cabelo e ficou brincando, fiquei TOTAL E PERDIDAMENTE apaixonada! Não sei explicar como nem porque, mas sei que naquela hora, tive certeza de que o Fá TINHA que ser meu - e eu não ia desistir dele por nada nesse mundo!

Bom, como eu disse antes, na pós tinha uma prova marcada e eu não podia faltar de jeito nenhum. Saímos do Mueller e ele, fofo como sempre, foi me levar até onde eu estudava, e que era muuuuuito perto do shopping. Uns poucos metros antes, vi um pessoal na porta e falei, na maior cara-de-pau: "se não tivesse um pessoal ali na porta, eu ia te dar um beijo de tchau". Quando ele perguntou se eu queria beijá-lo, aproveitei a chance... e nunca mais larguei!

Começamos a namorar no dia 02 de outubro de 2005, e a prova tá aqui: um post que eu fiz NO DIA do começo do nosso namoro!!! E querem saber do que mais? Continuo sentindo as mesmas coisas que senti há seis anos atrás, quando escrevi esse post!!!

Enfim... Resumão bááááááásico de como eu e o Fá começamos a namorar!

28 October 2011

Início de namoro

Não é lindo o amor?

Eu falei em algum blog por aí que um dia ainda ia contar como foi que eu e o Fá começamos a namorar, pq ninguém que não nos conheça pessoalmente quer acreditar que foi por conta da internet - e do em vias de extinção Orkut.

Aliás: SIM, eu ainda tenho Orkut, por 3 motivos básicos: pra minha mãe jogar minifazenda, pra manter contato com duas amigas (a maioria já está no Facebook) e pq... foi lá que a minha love story começou. #MomentoOoownDoDia.

Bom, não tem como eu falar do início do meu relacionamento sem contar uma parte obscura ANTES da história: eu fui loucamente apaixonada por um cabeludo antes do Fá, que me tratava como... não sei explicar de forma educada, sem fazer parecer que a culpa é toda do ser em questão. Bom, digamos que eu realmente era MUITO MUITO MUITO APAIXONADA por essa pessoua e, portanto, estava muitas vezes disponível para ele - em vários sentidos. Eu esperava uma definição, ou seria amiga ou seria namorada dele. Embora todos os sinais enviados me dessem a exata noção do que eu significava pra ele, só mesmo com a confirmação VERBAL é que eu ficaria satisfeita. O que nunca ocorreu, diga-se de passagem.

Dá pra imaginar, portanto, o quanto eu me valorizava e demonstrava isso para esse "certo alguém", certo? Dizer que eu praticamente rastejava atrás de migalhas de migalhas de afeição dele é a metáfora mais próxima da realidade. Esse post aqui mostra perfeitamente como era a a minha situação em relação ao ser ANTES de eu conhecer e namorar com o Fá.

Bom, eu sabia que o ser participava de uma comunidade do Orkut, e resolvi participar dela também. Num dos fóruns da comunidade, havia um "leilão de cabeludos": os meninos se ofereceriam para leilão, as meninas davam lances, e o leiloado escolhia o melhor lance. O Fá foi o primeiro "leiloado", e quando chegou num determinado ponto do leilão, eu só pensava "eu quero esse cabeludo e ele vai ser meu!". Fui aumentando os lances, aumentando... Até que o Fá me escolheu! Ele entrou em contato comigo através do Orkut, a gente foi trocando mensagens até que, num um belo dia/numa bela noite (eu fazia pós à noite, na época), ele parou de mandar msgs e eu fui na página dele.

Na época, o pessoal ainda colocava o número do celular no Orkut, e foi lá que eu peguei o número. Criei coragem, liguei pra ele, e começamos a conversar. Ele me mandava msgs bonitinhas, de amigo mesmo, e eu andava louca pra conhecer aqueles lindos olhos verdes pessoalmente. Depois de um tempo, marcamos um encontro na frente do Shopping Mueller, já que eu tinha prova naquele dia e também trabalhava lá perto.

(... Continua ...)

Roubei a foto que abre o post daqui, ó.

24 October 2011

Momento Caderno de ConfiDências

Considerando o momento girlie que estou colocando aqui no blog, custa nada relembrar os tempos de cadernos de confidências, né? Old school. Mas eu super me sentia quando alguém pedia pra responder o meu caderno de confidências, ou pra eu responder o de alguém.
Bonitinho, né?


Aí que eu sigo alguns blogs, entre eles o Vidrinhos Apaixonantes. E, apesar de achar que essa nossa linda juventude nossa linda juventude/página de um livro bom/canta que te quero cais e calor/claro como o sol raiou #Dá-lheFlávioVenturini ainda carece estudar um pouco mais da língua portuguesa ANTES de ingressar em faculdades e universidades, achei as perguntinhas básicas e fáceis de responder. Quem aí quer me conhecer melhor? Adianta nada dizer que não, pq eu vou postar as perguntas (SEM EDIÇÃO, e vcs vão entender pq) e as minhas respostas do mesmo jeito.

1- Como que você não pode sair de casa?
Então. SUPONDO que a pergunta seja algo do tipo "Vc não sai de casa sem...?" ou "Vc não sai de casa se...?", a resposta é: "sem rímel, batom, brinco e relógio". E nem de esmalte lascado.

2- Marca preferida de maquiagem nacional e internacional?
Marca nacional de make continua sendo d'O Boticário, mas não faço distinção entre marcas. Make internacional ainda não usei nenhuma, por isso nem rola escolher.

3-Qual sua flor preferida? 
Tirando o fato de faltar um verbinho básico na pergunta, respondo que É a rosa. Sou muito chegada em rosas champagne, acho ultra elegantes.

4-Loja de roupa preferida?
(A falta de verbos me irrita) Adoro comprar na Puramania quando tenho $$$. Mas não desdenho C&A, Renner ou Riachuelo. Lojas Marisa, só com muuuuuuita pesquisa, muuuita paciência e MUITA MUITA MUITA boa-vontade.

5-Saltos ou rasteiras?
Defina saltos. Defina o período do ano. Defina a ocasião. Em geral, gosto mais dos tênis, já que sou praticamente obrigada a usar saltos durante a semana.

6-Qual sua cor favorita?
Vermelho. Sempre. Toda vida.

7-Você bebe energético?
Tipo, mensagem subliminar de "você me pagaria um energético com vodca na balada se eu te pedir?". Mas não bebo essa coisa, não portanto desista de me fazer pagar um pra vc. Bebi uma única vez, pela manhã, pq estava me sentindo cansadona, pra nunca mais fazer essa asneira.

8-Qual seu hidratante favorito?

Tenho um monte de hidratantes! Às vezes eu compro e fico com dó de usar, é uma porcaria. Gosto da linha Cereja e Avelã da Natura; de um potão de Frutas Vermelhas d'O Boticário; de um de pêssego da N+ que ganhei do Fá (e comprei outro pra repor); de um de Romã que comprei na Panvel de Porto Alegre...

9-Você pretende casar?
Já tenho planos. Queria um casamentão, com vários amigos presentes, mas como não vai rolar, me contento em chamar cada um que eu queria convidar pra ir comer lá em casa.

10-Você se irrita fácil?
O que vc quer dizer com isso? O que está insinuando? Mega fácil de me irritar, mas se for alguém que eu amo ou algum amigo que fizer isso, me "desirrito" fácil também.

11-Você roê as unhas?
MINHANOSSASENHORADOSDICIONÁRIOS!!! Não, meu amô, eu não ROO mais! E, por favor, visita esse sitezinho aqui, tá, xuxu da tia?

12-Você já chegou perto da morte?
Ela até hoje não me deu o endereço da balada que frequenta e faz carão. Sabe como é, a morte é muito fashion, muito diva, não é qualquer Tião que chega perto dela.

13-Onde você estava a 3 horas atras?
HÁ três horas atrÁs, criatura, HÁ!!! Meu Deus, se eu fosse a professora de português dessa criança, morria de desgosto! Respondendo à pergunta: HÁ três horas eu estava almoçando com o meu amor!

14-Você está apaixonada?
Não, estou AMANDO - o que é muuuuuuuito melhor. Amando e sendo amada.

15-Última vez que foi ao shopping?
Semana retrasada, no aniversário do meu irmão.

16-Você assistiu algum filme nos últimos 5 dias?
Devo ter assistido A pedaços de filmes durante a semana, mas não lembro agora de ter visto algum inteirinho. Madagascar 2 na Globo conta?

17-O que você está vestindo agora?
Calça social marrom, camisa sem mangas preta com bolinhas, peep toe baixo turquesa.

18-Última comida que você comeu?
Bolacha de amendoim (e pensando que era de Leite Ninho).

19-Qual seu animal preferido?
Gosto de gatos e cachorros. Gatos pq são independentes e carinhosos (quando querem); cachorros pq são carinhosos sempre.

20-Qual seria suas férias dos sonhos?
QUAIS SERIAM as férias, pessoua!!! QUAIS! Como anda o ensino básico e médio nesse país... Enfim. Respira, expira, respira, expira... Minhas férias perfeitas seriam um tour pela Europa, com tudo pago, passando pela Itália, Espanha, França, Bélgica, Suíça... comendo as coisas boas sem engordar um único grama!

21-Qual seu plano pra hoje á noite?
(Desânimo...) Ir pra academia, voltar pra casa, jantar , brincar um pouquinho com o Luque, etc.

22-O que você está ouvindo agora? 
Conversas no escritório sobre trabalho.

23-Você coleciona alguma coisa?
Várias coisas. Virei esmaltólatra e atualmente gosto de comprar esmaltes.

24-Você come Fest food?
Essa foi CAMPEÃ! Não bastando assassinar a ortografia, a concordância verbal e nominal, o ser humano ainda acaba com o inglês! Mas a culpa é dos blogueiros que conhecem a linguagem correta, e pra dar um toque de humor, escrevem "fésti-fúde". Bom, no caso de "fest food" ser comida de festa, a resposta é SIM, como o que é servido em festas. Já supondo que, na realidade, a menção seria a fAst food, posso informar que depende. Na verdade, estou tentando maneirar no fAst food, por conta da quantidade de sódio e da circunferência banhística que me envolve ultimamente. Mas vale lembrar que nem todo fAst food é igual a junk food (Mc Donald's, Bob's, Burguer King e similares).

É... o mundo está na mão dessa linda juventude que escreve FEST FOOD...

*.*.*

Em homenagem ao Anônimo que comentou: fiz update do título do post, que eu digitei errado e nem notei...

23 October 2011

Esmaltices da Semana - Balé, Beauty Color

Então. Superada a fase "Anticristo" que me atacou na semana do meu aniversário - o qual, aliás, eu só fui comemorar MESMO no sábado, só com os meus pais presentes - voltei a fazer as unhas.
E estava gostoso, também!

Escolhi um dos dois esmaltes da parceria que tenho com a Beauty Color, o Balé. Como eu já falei antes, o Balé veio num "kit" (chamar o envio de DOIS esmaltes pra "release"/publieditorial é um pouco demais pra minha cabeça) que também incluiu o "Trendy", um azul escuro fosco. Vejo muito futuro nele, no disco de testes me pareceu muito bonito.

Trendy e Balé: o "kit" da Beauty Color

Achei muito legal os esmaltes terem vindo lacrados de fábrica. Passou uma segurança muito legal, certeza que ninguém usou os esmaltes antes - coisa que eu vejo acontecer de vez em quando nas lojas de cosméticos.

O Balé é um esmaltinho rosa cremoso, cor de danoninho, muito fofo. Tem um brilho muito bonito, é gostosinho de passar. O pincel é comprido, achei que o vidro tem um pescoço mais comprido que os vidros das outras marcas. Talvez seja só impressão minha, mas que parece, parece.

À primeira vista, o Balé te dá a impressão de ser aguado e que vai manchar horrores. Ele engana. É uma delícia de esmaltar, sem manchar e com DUAS camadas fica muito bom - o que é ótimo, pois eu não tenho mesmo muita paciência pra passar váááááárias camadas de esmalte (daí a minha birra com o Relax da Penélope, da Risqué). Para um esmalte cremoso, ele poderia ser um tantinho de nada mais pigmentado, mas a segunda camada dá conta perfeitamente do recado. Poderia até passar uma terceira camada, mas dispensei pro esmalte não ficar muito grosso.

Desculpem a falta de foco...

É a típica cor fofa e discreta, que eu escolhi para usar no início da semana de trabalho; já que lá no escritório a preferência é por cores "clássicas" e discretas. Só uso mesmo as minhas cores "alternativas" (preto, azul, verde) mais pro fim da semana. Esse rosa clarinho é indicado pra quem não quer chamar a atenção, usar uma cor clássica, ou até fazer uma entrevista de emprego.

A cor poderia ter uns pontinhos brilhantes, pra dar um diferencial na cor, um tchan, sei lá. Ficou um pouquinho chapada demais, na minha opinião, mas nem por isso é menos bonita. Mas que uns brilhinhos prateados ou dourados fariam a diferença na cor, isso fariam. Algo pra remeter ao cetim que eu sempre associo a balé, não sei porque. Nas unhas da minha mãe, passei um perolado da Dote entre 2 camadas do Balé, e a cor ficou muuuuuuito mais bonita do que ele cremoso e sozinho.

Acho difícil uma cor de esmalte combinar tanto com o nome - e esse é um dos raros casos em que isso acontece, principalmente em relação ao tema "balé". O outro exemplo é o "Balé Clássico", um nude lindíssimo e que tem tudo a ver (na minha humilde e nada abalizada opinião) com balé, bailarina, essas coisas.

O esmalte secou super-rápido, e isso SEM utilizar o spray secante. Ponto pra Beauty Color. O pincel também é bonzinho, mas depois que experimentei o pincel achatadinho da Hits (sim, dos holográficos amados!), é que tenho reparado mais nisso. Não deixou marcas visíveis na esmaltação.

Gostei do brilho dele depois de secar, e só passei o top coat da Lapogee pra ver se dura mais o esmalte, e também por conta dos adesivinhos que colei pra dar uma "animada" nas unhas. O problema do esmalte é que fez muitas bolinhas, tanto nas minhas unhas quanto nas da minha mãe (fiz as unhas dela usando ele também) e no disco de teste. Vamos rever isso, Beauty Color? Esmalte que dá bolinha não tem como criar amor... E olha que os pontos favoráveis são muitos: cor adequada (é a definição perfeita pra cor!); pincel macio e que não deixa marcas; boa pigmentação; secagem rápida... Ainda não sei quanto à duração, mas podem ter certeza que irei postar!

Quanto aos dois pontos não tão favoráveis (acho que negativos seria um pouco demais), acho que a marca poderia sim melhorar, pois eu não deixaria de comprar o esmalte por conta deles. Outra coisa não tão boa é que comigo, em duas unhas quando tentei passar uma camadinha mais fina, ele ficou esquisito na unha e EXIGIU a segunda camada. Se isso não tivesse acontecido, acho que eu usaria uma única camada como nude (pra mim, finalmente, o nude perfeito seria uma única camada do Balé).

Agora, é só ver a durabilidade do Balé pra testar o Trendy - que me deixou apaixonada só no disquinho de testes!

20 October 2011

Esmaltices!

Como nem tudo é preto ou branco ou cinza ou amarelo ou roxo ou vermelho ou cor-de-rosa, bebês, preciso PRECISO MUITO falar que anteontem (dia 18) recebi dois esmaltchenhos da Beauty Color pra fazer resenha! Um rosa clarinho super fofo e um que eu acho que é azul - mas carece de confirmação.

Acho que hoje ainda eu vou estrear o azul/roxo, e tiro as fotos pra postar minhas impressões. Por enquanto, a empresa está de PARABÉNS por ter mandando os vidrinhos lacrados!

Então hoje é meu aniversário... afffeeeeeeee.

Então que hoje é meu aniversário. Grandes porcarias.

Normalmente, eu planejaria todo o meu dia: formas de fugir do serviço; formas de comemorar; esperaria quem e quando iria me telefonar dando os parabéns; ia olhar a cada 0,0008 segundo o Facebook, o Orkut; ia olhar os e-mails; ia ler até os e-mails corporativos do Hotmail dando os parabéns robotizados de sempre e pensando "gentem, é meu aniversário!" carinha feliz nessa hora.

Neste ano, porém, durante UMA SEMANA - sim, durante uma semana inteira, sete dias seguidos - aconteceu algo inédito, que eu pensei que NUNCA iria acontecer comigo: eu estou ODIANDO, DETESTANDO, ABOMINANDO o meu aniversário. Queria que todo mundo esquecesse, que esse dia fosse apagado da memória coletiva, que tivesse como arrancar das agendas e calendários do mundo o dia de hoje. Saca aquela história de prédios que não têm o 13o andar, pq tem gente MUITO superticiosa que não curte o número? Então. Era isso que eu queria, neste ano.

Tudo isso pq tem uma pessoa do meu "convívio" que conseguiu a PROEZA de estragar, com antecipação, o dia que eu mais gosto no ano. Claro que eu gosto de comemorar os aniversários do meu amor, dos meus pais, dos meus irmãos, dos meus amigos e amigas, além de Natal, Ano-Novo, Páscoa e essas datas comemorativas criadas apenas para incentivar o consumo desenfreado dessa sociedade porca capitalista. Sou do tipo (ou pelo menos achava que era) que fica sonhaaaaaaaando eeeeeeeeeras antes da data, pensando em como vai ser cada detalhe, cada coisinha, o que eu vou fazer e vestir. Claro que no dia dá tudo ao contrário do que eu queria, MAS...

E então. Essa pêssoua conseguiu, com uma semana de antecipação, SABENDO o quanto eu AMO (ou amava, nem sei mais) fazer aniversário, estragar isso. Estragou legal. Estragou bonito. Com suas atitudes. Algumas não são tão óbvias, mas me magoaram tão fundo, tão fundo, tão fundo, que eu estou aqui postando e me segurando pra não chorar.

Hoje, excepcionalmente, eu não quero bolo, não quero telefonema, não quero e-mail, não quero presente, não quero nada. Só quero um dia comum, como outro qualquer. É como dizem: aniversário tem todo ano.

Ah! E, não, eu NÃO ESTOU TRISTE por estar ficando mais velha. É uma das coisas bizarras em mim: eu não me importo, nem um pouquinho, por estar fazendo 33 anos, ano que vem 34, em 2013 serão 35...

17 October 2011

O mês de outubro agora é Rosa!

(Campanha pela vida!)


Pode ser empinado, siliconado, pequeno ou separado.
Não importa qual tipo, está todo mundo sujeito a desenvolver o câncer de mama.
O câncer de mama é o mais freqüente, temido e o principal responsável pela morte de pessoas do sexo feminino, correspondendo a 15% das mortes por câncer entre as mulheres.

Porquê do rosa?
O rosa foi utilizado para sensibilizar a população de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de ações voltadas a prevenção do câncer de mama. A cor rosa foi ganhando além de laços, acessórios e roupas, outros destaques. As cidades começaram a se iluminar de rosa, ajudando a divulgar a causa e como forma de lembrar as mulheres que o mês era de conscientização e prática de prevenção.

O que é?
O câncer de mama é o resultado de um processo celular desordenado, que se transforma num tumor maligno na área das mamas.
Quanto mais rápido e precoce o diagnóstico, menor é a chance de comprometimento em outros órgãos e maior a possibilidade de cura da paciente.
Isso significa que é preciso identificar o tumor no início do seu surgimento, o que pode aumentar as chances de cura em 95%. A detecção precoce pode ocorrer através do autoexame e a mamografia, que é um raio-X da área das mamas.

Causas:
A carga genética e o histórico familiar são as principais causas do câncer de mama, mas não são as únicas. Uma alimentação saudável, prática de atividade física e controle do peso corporal podem evitar até 28% dos casos.

A melhor forma de prevenção é divulgar, informar e fazer o seu exame.
Use rosa pink, rosa antigo, rosa claro. Se joga no rosa e previna-se.

Links de divulgação:

Confira os vídeos da campanha: http://www.youtube.com/videosoutubrorosa
Personalize seu avatar no twitter ou facebook clicando aqui: http://twibbon.com/join/Breast-Cancer-Research

04 October 2011

Mas Ela vai Voltar...

Então. Eu volto, gentem, como diria aquele político famoso e muito pouco amado: "Não me deixem só!".


E quem é de Curitiba, e quer fazer contato, é só me e-mailar:graparanista@hotmail.com - A.M.O. fazer novas amizades!

29 September 2011

Estagiários

Volta e meia alguém me pergunta "quais os melhores profissionais com quem vc já trabalhou até hoje?". E eu, volta e meia, respondo "os meus ex-estagiários". Ninguém nunca questiona muito a situação, só costumam olhar de um jeito meio torto, meio rindo, quase um "ah, tá, né?".

Mas é fato. Os melhores profissionais que já trabalhei foram estagiários, e eu gosto muito de trabalhar com eles. Amo, de coração, saber que eles subiram no patamar estagiarístico, que conseguiram empregos legais. Fico muito feliz com isso. E com uma pontinha de orgulho, né, pq eu sou humana e acredito piamente que, de alguma forma, contribuí para que eles subissem um pouquinho na carreira ou na vida. Fico pensando que eles aprenderam comigo, hahahahhaaha.

Pq eu adoro trabalhar com estagiários além do fato de que eles facilitam muito a minha vida e eu sempre quis ter escravos? Normalmente, estagiários são dedicados, prestam atenção quando vc está falando e ralam muito pra mostrar serviço quando querem agradar o chefe. Pelo menos, COMIGO tem sido assim. Gosto tanto dos meus ex-estagiários que até add no Facebook e no em vias de extinção Orkut.
 
Acho que ser legal com estagiário é obrigação de chefe, ter paciência e tolerância também. Porém, incutir o senso de responsabilidade no bichinho não é tarefa de quem supervisiona estagiário, não.Acho que é DEVER do estagiário PRESTAR ATENÇÃO, entregar o serviço em dia, perguntar pro chefe quando tem dúvida (das mais básicas às mais estapafúrdias e bizarras), estar disposto a fazer o trabalho sujo, cansativo, deprimente e tedioso que é reservado à classe.

Eu até nem sou o tipo de "chefe" hahahahahahahaha que pega no pé do estagiário. Prefiro deixar o ser "livre, leve e solto" pra fazer o trabalho que eu passo; ensino sem medo de perder o emprego; gosto que eles aprendam coisas novas; faço piada e conto histórias pessoais (ou não); dou dicas de como fica mais fácil fazer carga; contatos do fórum cível que ajudam naquela hora em que tem mais de 343543483125479001663 estagiários E advogados no balcão pedindo a mesma coisa; compro café, bala e chocolate; respondo dúvidas de Direito quando sei a matéria (se não sei, falo na caradura "Vai estudar que vc descobre")... Mas eu também cobro.

Cobro que as petições sejam protocoladas no dia que eu passei; cobro que LEIAM a porcaria do caderno processual; cobro que TELEFONEM quando surge alguma dúvida; cobro que RESPEITEM PRAZOS; cobro que façam quase o impossível pra tirar um processo em carga; cobro que ESTUDEM; cobro que PRESTEM ATENÇÃO quando estou falando... Enfim, cobrar é comigo mesma. Sou beeeeem chata quando é pra cobrar; mas cara, quando é pra defender estagiário... Faço de tudo pra defender (algumas vezes me estropio, mas tudo bem). Espero um dia ter um escritório legal, e poder levar meus estagiários, já profissionais, pra trabalhar comigo, fazer lanchinho no meio da tarde e dar risada com eles. #SonhadoraModeON

Eu já tive estagiário que ia comprar doce e salgadinho pra mim. Eu já tive estagiário que pegou o dinheiro da vaquinha pro lanche e trouxe mais do que eu pedi (fez milaaaaaaaagre!). Eu já tive estagiário que foi comigo pegar no pesado, literalmente. Eu já tive estagiário desligado, farofa, caxias e descolado. Eu já tive estagiário que considero amigo. E como amigo, eu não perdi o contato com esses.

Eu já assumi a culpa no lugar de estagiário q fez carga de processo errado. Eu já orientei estagiário dentro do fórum, tendo audiência marcada (sem ele saber), e acabei me atrasando quase 10 minutos por isso. Eu já peguei no pé do estagiário que nem professora, falando "lembra do que eu te falei?". Eu já liguei berrando pra estagiário, lembrando OLHA O PRAZOOOOOO, PROTOCOLA HOJEEEEE!!! Eu também quase fiz um estagiário ser atropelado na frente do TJ (lembra desse dia, Alex?). E também já me tranquei no banheiro e chorei escondida do chefe, pq vi ele sendo injusto com estagiário.

Eu já fiz estagiário aprender a fazer carão no fórum; eu já fiz estagiário falar com cliente pra conseguir informação que a gente não tinha (lembra desse dia, Aline?); eu já fiz estagiário aparecer como preposto sem preparo (dá-lhe Nando!); eu já fiz estagiário voltar pro escritório pra entregar um processo e ouvir do chefe "mas esse podia ficar pra amanhã..."; eu já briguei com chefe (de bater boca e gritar!) pra manter o estagiário no escritório; eu já contei história de faculdade que, tipo, era pra ficar NA FACULDADE; eu até já pedi conselho pra estagiário!

Eu já ri com estagiário. Eu já consolei estagiário. Eu já dei conselho pra estagiário. Eu já tive vontade de ir pro bar com estagiário. Eu já ouvi histórias de estagiário. E eu me preocupei muito com o bem-estar de estagiário.

Talvez eu não lembre de todos os estagiários que eu já orientei desde que me formei em Direito e comecei a trabalhar. Mas os principais eu lembro, gente! Posso falar do Di, do Gui, do Alex, da Aline, do Nando, do Luiz... Bom, não foram tantos estagiários assim, né? Fato é que todos, sem excessão, me deram muito orgulho, de um jeito ou de outro.


Coraçãozinho com as mãos pros meus ex e atuais estagiários!
 Cara, meus estagiários eram demaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiissssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!