13 April 2012

MAS HEIN?!

Então que, depois de SÉCULOS, eu descubro que uma das minhas músicas favoritas foi gravada... pelo Kiss. CARA, PELO KISS!

Desenrola esse babado!

Por um longo período, alimentei uma birra muito grande pelo Kiss. Sério. Eu tinha um vizinho, que era metido a metaleiro. O cara até que era legal, talz... Mas assim: usava SEMPRE a MESMA camisa do Flamengo desbotada, num grau que, ó, o preto virou ROXO na camisa dele. E, tipo assim, meu pai ensinou a mim e aos meus irmãos Au-Au e Lelê a odiar somente dois times nesse mundo futebolístico de Deus: o Framengo e o Trétis. Daí vem a minha decepção em saber que minhas cunhadas são atleticanas. Todas. Não se salva uma. O bom? O Fá tb NÃO SUPORTA o Atlético-PR!

Voltando (já que tem gente que reclama que eu divago muito nos meus posts): esse vizinho portador de camisa do Mengo desbotada era ultra-fã do Kiss. Sabe aquela coisa de achar que a sigla significava "Knights In Satan's Service"? Ele achava bobagem. Só ouvia duas bandas: Kiss e Guns, e como eu tinha 12 anos na época, era fã do New Kids on The Block, blábláblá whiskas sachê, passei a detestar Kiss e Guns.

Quando fiz 13 anos, adivinha só? O vizinho RESOLVEU que gostava de mim! Assim, do nada, sem mais nem menos! Preciso falar q o "eu DETESTO" passou a "EU ODEEEEEEEEEIO"? Quando soube que eu achava o máximo homens cabeludos, resolveu deixar o cabelo crescer. Só que à la Chitãozinho e Xororó. Preciso falar mais?

Enfim. Coincidentemente, meu irmão Au-Au passou, aos 15 anos, a gostar de rock. Cara, eu já gostava de rock, de Kiss, de Aerosmith, de Ramones, durante a minha adolescência, só não admitia. Pra mim. Imagino que, GUARDADAS AS DEVIDAS PROPORÇÕES, dá pra comparar que sair do armário do METAAAAAAAAAAAALLLLLLL, pra mim, equivaleu ao Rick Martin assumir que era gay. Aquela coisa: vc se sente atraído, mas é feio assumir para os amigos, aí vc diz que não gosta, mas quando ouve não consegue explicar pq não desliga a música... Enfim. Foi um longo e tenebroso período na minha vida.

Depois de um bom tempo, resolvi assumir: gosto de rock. Ramones, Guns, Kiss, Queen, Beatles, Rolling Stones, Elvis Presley, Bon Jovi, Aerosmith... Todos entram na minha lista. Se antes eu fechava a cara pros cds q Au-Au ouvia, agora a gente escuta junto. Ele sabe mais ou menos do que eu gosto, aí a gente pode escolher mais ou menos músicas aceitáveis para ambos.

O que isso tudo tem a ver com o que eu comecei a escrever? Cara, desde criancinha pequenininha eu gosto da música FOREVER. Isso pq, qdo eu era criança, na TV passavam propagandas de cigarro - Hollywood, Marlboro, Plaza, Carlton... E sempre era um glamour, toda uma idéia totalmente contraditória! Hahahahahaha. Se tinha uma propaganda de cigarro que eu ADORAVA, largava tudo pra ver, era a do Hollywood o sucesso. Pq, a despeito de ser propaganda de algo que eu odeio, eram muito legais: os fumantes praticavam asa-delta, surfe, body boarding... Cara, imagina um fumante, que normalmente não tem fôlego nem pra uma corrida vamosverquemchegaprimeiroJÁ!, fazendo tudo isso? Neguim pode falar isso agora? morria afogado, hahahahahahahaha!


Enfim. O fato é que, visitando um dos blogs que eu volta e meia visito, ANTES de começar a trabalhar, olhei rapidamente e vi o link para a música "Forever - Kiss". Cara, Bátima& Robson resolveram trabalhar, e aí... me dei conta: UMA DAS MINHAS MÚSICAS FAVORITAS FOI GRAVADA PELO KISS! Eu amo uma música do Kiss desde, sei lá, os meus 8 ou 9 anos de idade!!! AmoAmoAmo!!! E eu juro que não sabia!

Não é só a música q é legal. O clipe tb tem aquela pegada hilária que só o Kiss tem! Segue aí!


A música é o máximo, super cai bem em comerciais... Mas, gente, vão me perdoar: essas caras e bocas que o Paul Stanley faz no clipe são pra rir, né?

3 comments:

Luana said...

Olha.. eu desculpo toda a tosquice porque eh o Kiss... As botas, a maquiagem, os pelos (eca) saindo da camisa colada... os cabelos....

O Kiss pode TUDO!

Geíza Bolognani said...

Sua friend aqui era fã do kiss... e consegui convencer meu pai a me levar ao primeiro show deles no maracanã... 1983, eu tinha 11 aninhos!!!
Adoro essa música, bem vinda ao time. Doeu muito sair do armário metaleiro?

Neanderthal said...

Oi Grazzy, eu lembro desses comerciais de cigarro. Só pararam porque o ministério da saúde proibiu suas propagandas. Isso tem uns 15 anos. O festival de rock Hollywood Rock também acabou porque foi proibido o patrocínio de eventos.
Enfim, esses comerciais vendem uma imagem de um estilo de vida saudável, de jovens praticando esportes, vivendo uma vida de aventuras, ao som de grandes músicas do momento.
Então, ouvir a voz do David Coverdale do Whitesnake cantando "Loves isn't strange" me emocionou! *.*