18 April 2012

Fazendo Arte - ou De como Se Estressar com Artesanato

Então que eu tenho uma mãe muito afeita às coisas home made. Mamis adora uma toalha de crochê, um pano de prato com barrado de crochê, uma cortina feita em casa, um arranjo feito por ela mesma... Pq mamis tem a manha, né?

Eu, pobre de mim, só sou boa MESMO com tesoura e cola fita dupla face. Scrapbook. Habilidade pra crochê, tricô, pintura, escultura? Oi, sou a Grasi e nem tenho. Teve uma época em que minha mãe resolveu fazer bijuterias em casa; era moda umas tiaras toscas da mais tosca ainda Xuxa. Tudo feito com vidrilho, fio de nylon (aqueles pra vara de pesca), miçangas, vidrilhos e mosquetões. A responsável por comprar os materiais e as revistas de onde iríamos tirar os modelos era euzinha, além de ajudar nos processos de manufatura ó que chique! e de venda.

Sim, temos essa revista em casa; e sim, fizemos essa tiara
Sim, caros leitores: o que começamos a fazer pra gente, só por distração, logo passou a ser vendido; tudo pq teve gente dando a dica de que "dá pra ganhar muito dinheiro com isso!". Que dava pra vender uma tiarinha por até R$ 10,00, e as pessoas iriam comprar, só pq "a Xuxa tá usando"! Sei. Tem um monte de tiaras bizarras, parecidas com anteninhas estilizadas de caracol, lá em casa. Todas esperando para serem compradas "só pq a Xuxa tá usando". Cansei de furar dedos, ficar com olhos ardendo, ficar com dores na nuca, por causa dessas tiaras. Depois, vieram as pulseiras. E os brincos. E os anéis da Copa (tenho da bandeira da Alemanha, em casa, inclusive, pra quem quiser).

Pq nos metemos nessa história? Oras, pq Ana Maria Brega Braga dizia em seu programa na Record/Globo que valia  a pena fazer pra vender! Que "dá pra ganhar um dinheiro"! E um dinheiro extra, no orçamento, era uma boa. O detalhe que ninguém explicou pra gente é que tínhamos que investir parte do nosso lucro, pra comprar mais peças. Mais material. Que precisávamos investir no marketing, atualizações, acompanhar tendências, essas coisas. Nossa empresa de fundo de quintal (na realidade, de cozinha, que era onde fazíamos nossas bijoux) não foi pra frente. A gente sabia fazer, ficava muito bom e... ninguém comprava! Que frustrante.

As minhas são em vermelho e verde, não são cutes assim!
Agora, eu estou bem feliz e contente fazendo minhas decoupagens. Sabe o que é: pega uma peça de MDF, madeira, pinta, decora e usa. Simples, né? Cara, não é não. Quem viu as três ou quatro peças de artesanato que eu fiz (um enfeite de porta com o nome da Bibi, um quadro com a oração do Santo Anjo e as 2 caixas de esmalte) diz que eu tenho jeito pra coisa. Que eu podia vender e ganhar um bom dinheiro. Mas, quer saber? Galerê só compra peça de artesanato em feira de artesanato. Vai lá, tu se meter no bagúio, ver se alguém compra.

Perguntei pra minha mãe se ela compraria as minhas caixinhas de esmalte sem os esmaltes, claro, que meus bebês eu não vendo. Ela olhou e disse "É, até compraria..." - quando falei que o valor de uma caixinha, na feira de artesanato, custava mais ou menos R$ 25,00; mamis capitulou: "não compraria, não".

O que eu notei é que tem toda uma "máfia": se vc começa a fazer algo pq gosta, sei lá, tricô, crochê, pão, caixa com decoupagem, bijuteria... Todo mundo fala que vc devia vender, que ia ganhar muito dinheiro (com ênfase no muito), que blábláblá whiskas sachê. Vc se convence, investe uma grana nisso, começa a fazer bem feitinho, acabamento bom... E cadê o povo que ia se descabelar pelos seus artesanatos? NÃO APARECE UM! Somem todos: amigos, vizinhos, parentes, até o porteiro do seu serviço não quer comprar nada que vc faça. Agora, se estiver na feirinha, eles se descabelam, pagam mais caro do que o preço que vc cobra e... olha só, eles chegam na sua cara, e dizem que compraram "baratinho, quase de graça" detalhe: eles pagaram R$ 25,00 e vc cobra R$15,00! PE-OR: ainda te perguntam "pq vc não vende os seus na feirinha? Ia ganhar um dinheirão!" - com ênfase no dinheirão! Vontade de responder "uai, neguinho pode falar neguinho? , então pq vc acordou cedo, foi até o centro, encarou uma ladeira cheia de barraquinhas umaespremidaaoladodaoutra, com gente te empurrando, pra comprar algo que vc poderia receber em casa? E mais barato?"... Te contar, viu?

Desisti de vender artesanato. Chega. Mas se alguém aí quiser as anteninhas, ops, as tiaras da Xuxa ou alguma bijoux feita em casa, mamis e eu cobramos baratinho! É só pagar o frete e mais R$ 5,00 pelas peças que tamos mandando!

2 comments:

Luana said...

sei bem como eh.. minha irma que fez moda tambem deu pra fazer essas bijus... Essas anteninhas da xuxa não, mas outras coisas ela fez e ate que vendeu...
so que dava taaaanto trabalho...

Fulana said...

tive essa onda das pinturas em madeira, e eu enxergava todos os defeitos (que não era perfeccionismo meu, existem mesmo), e ninguém enxergava. e o povo animou a me dizer pra fazer isso! mas eu nunca animei não, prefiro ser AS e ganhar meu dinheiro ouvindo os lamentos alheios.