11 June 2012

Pra Assistir Fazendo as Unhas - NY Ink

Então que ficar de #mimimi enche o saco se bem que a fase #mimimi ainda não passou, sorry. Eu até poderia, talz, mas nem vou. Vida que segue. Passemos a mais uma recomendação de programa de TV pra assistir fazendo as unhas - ou não.

NY Ink
Bom, galerê já sabe q eu soy loca por ti America por tattoos. Posso ter uma filha única, pq sou muito banana pra fazer outras, e tb pq sim, PRECISO pensar muuuuuuuito no desenho, no local do corpo, escolher o tatuador, etc, antes de fazer. A despeito de já ter escolhido tudo isso, ainda falta o mais importante: verba orçamentária, hehehe. Mas nem por isso deixo de curtir tattoos, e foi justamente esse amor que me fez começar a acompanhar o NY Ink, no Discovery T&L. Também tem o L.A. Ink, no mesmo canal, com a Kat Von D, mas como me identifiquei mais com o NY Ink, vamos a ele.

O legal do programa é que não fica tentando mostrar o que é ser tatuador, quais requisitos vc precisa ter, ou te ensinar a tatuar. Não te fala que é legal ser tatuador, nem que vc vai pegar geral fazendo tatuagem. O programa mostra o dia a dia de UM estúdio de tatuagem, com uma galera que, na minha humilde opinião, quebrou muitas idéias pré-concebidas que eu tinha sobre o ambiente de trabalho em um estúdio.

Primeiro, que os caras não estão lá de brincadeira. Não que eu REALMENTE achasse que eles ficassem o dia todo ouvindo Pantera e jogando SuperMario, mas não achava que o negócio fosse tão... digamos, "empresarial". Tá, na real, empresarial não é bem a palavra que eu estou procurando, mas é a que melhor se encaixa pro que eu quero passar.

Não sei qual é o site da Tattoo. = (
Não é só chegar no estúdio, dizer "cara, desenha aí um drangao metaleiro na torre elfo tocando o terror entre os ossinhos das costas" e sair de lá com o Tiamat desenhado, lindão e pronto pra causar na academia. Tem que reservar hora, e pelo que eu vi, indicar qual tatuador e o que vc quer fazer ANTES.

Tudo bem que na maioria dos estúdios é assim que funciona, mas é muito legal vc ver isso em um programa na TV. O mais legal é que eu pude ver que não sou só eu que fico de mimimi reclamando que estou sempre fazendo a mesma coisa, que isso enche o saco e que te desanima pra trabalhar. Um dos tatuadores da equipe é o "especialista" em fazer tattoos de retratos de pessoas - e, se querem saber, ficam PERFEITOS. A impressão que eu tive é de que o sujeito pegou a foto e colou na pele do tatuado. Mas, enfim. Esse especialista falou que tava de saco cheio de só fazer retratos, que isso limitava o trabalho dele e que queria fugir um pouco disso.

Bom, nesse episódio que assisti, o dono do estúdio tinha uma tatuagem pra fazer, de um retrato, pra um tatuado ilustre: ninguém menos que o vocalista do Slipknot, que decidiu fazer uma tattoo homenageando justamente o baixista da banda, que tinha morrido há algum tempo (não lembro quanto tempo, não curto a banda, desculpaê quem gosta). O dono do estúdio tava MORRENDO DE MEDO de fazer uma tattoo de retrato, tentou passar pra um, tentou passar pra outro, mas ninguém quis fazer. Os dois melhores "retratistas" do estúdio ficaram por perto, dando uma força, dando toques, mas quem fez a tattoo, mesmo, foi o dono do estúdio.

Quando vi esse programa, achei que ia focar nas tatuagens, no processo de tatuar, de repente um depoimento baba-ovo dos clientes, talz. Mas aí, o realitty mostra um tatuador COM MEDO de atender um cliente PQ NÃO QUER FAZER M#$%#; o outro reclamando que não quer mais fazer um determinado tipo de tattoo; o povo conversando sobre a receita, os investimentos, as despesas e tudo o mais... Felizmente, pra mim, mais um preconceito (que, admito que eu tinha) agonizando no chão.

O que eu mais gostei no programa foi o foco na relação entre os participantes. O diferencial fica, obviamente, pelo fato de ser  em um estúdio de tatuagem, e ajuda a quebrar vários preconceitos de quem não gosta, mas tem curiosidade em saber o que rola e como funciona a bagaça. Duvido que um realitty sobre, por exemplo, um escritório de advocacia faria tanto sucesso.

É, realmente, um programa pra quem gosta de tattoo, não tem muita intimidade e quer conhecer um pouco mais. É um pouco superficial pra quem já é do ramo, claro. Mas pro que se destina, cumpre bem o papel.

2 comments:

Fulana said...

é...acho que vou continuar vendo novela enquanto faço as unhas! rs

Luana said...

"Caracas! E eu surtando pq até o final do ano vou sair da casa de mamãe e papai... PRA OUTRO BAIRRO, hahahahahaha!"

Como assim? E a senhora nao me contou? hein? hein?