17 May 2012

Estou sem Idéias

Então que desde ontem tá difícil de postar. Fiquei sem idéias de posts pra colocar aqui. Tou pensando em fazer novas tattoos, já até escolhi o estúdio - fica ali no centro, perto da Praça Tiradentes, a tatuadora é um amor de pessoa e não riu da minha cara quando mostrei o "desenho" pra ela.

** Criei vergonha na cara e perguntei pro Wakko Puro Osso o nome da tatuadora. É a Ju, do TNT Tattoo. Tem boa recomendação dele, e eu REALMENTE gostei dela. Me passou profissionalismo e confiança. **

Como eu já falei lá no outro blog (e talvez aqui também), minha idéia é tatuar uma pimenta. O grande problema é que tudo quanto é PattyTattyLu que eu vejo nas assassinas calçadas curitibanas tem uma maldita tatuagem de pimenta ou de cereja ou de estrela ou de coração... Sem falar nas fadinhas e flores que enfeitam as escápulas de muita gente. Afe.

Muito TattyPattyLu?

Aí eu fiquei pensando, por muuuuuuuito tempo, se ia ou não fazer a tal da tattoo de pimenta. Decidido: VOU. Se não no próximo mês, em julho, com certeza. Aproveito o tempo frio, e a cicatrização vai ser perfeita. Não pretendo fazer tatuagem colorida pq, a despeito de gostar MUITO de chamar a atenção discrição não é comigo, oê!, prefiro tatuagens monocromáticas: pretas ou marrons. Sei lá. Acho mais legais.

A oooooutra tatuagem está sendo um problema: não decidi qual desenho, em qual parte do corpo. A despeito de gostar muito de tatuagens nas costas, prefiro fazer em um lugar onde EU POSSA VER. Admirar. Às vezes, eu olho pra minha primeira, e fico ali, admirando... pensando se preciso ou não retocar... Pra mim, ela está perfeita. É um desenho discreto, em um local discreto do corpo, e sempre que olho pra ela, tenho certeza que fiz a escolha certa, no momento certo da minha vida.

Pq decidi fazer duas tattoos ao invés de uma? Pq sim, oras! Hoje em dia não tem mais a ver com o "tatuagem só pode ser em número ímpar". Quero fazer duas e pronto. Tá, pode até ter a ver como fato de "tatuagem só pode ser em número ímpar" - sou supersticiosa pacas, fazer o que? Mas o fator principal pra eu ter escolhido fazer duas e não uma tatto, com certeza, não é a superstição. É o fato que eu consigo me ver fazendo duas tattoos, e não só mais uma.

Acho que o povo tem que repensar as razões de estarem fazendo tatuagens. Até bem pouco tempo atrás, eu não tinha muitos conhecidos e/ou amigos tatuados; de forma que não fui induzida por ninguém a fazer tatuagem. Ao contrário: todo mundo que eu conhecia me dizia pra NÃO fazer, que eu ia ter dificuldades em arrumar emprego, que ia atrapalhar em concurso público, que a polícia ia correr atrás de mim (!!!)... Pra mim, essa história de fazer tattoo pq "ai, a minha melhoooooooor amiga fez uma, achei leeeeeeeeeenda, que da hora, vou fazer também" ou pq "o personagem da novela que eu assisto tem um drangao machíssimo tatuado e é super pegador, também quero ser pegador: vou fazer uma tattoo"; é tão... superficial. Galera, 'bora lembrar que tattoo é PRA TODA VIDA? Que é uma decisão mais importante que, por exemplo, colocar silicone na panturrilha pq isso dá pra desfazer e tentar corrigir?

Se vc está em dúvida, PROCURE UM PROFISSIONAL RESPEITADO e tire TODAS as suas dúvidas! Galerê não faz isso quando vai fazer uma cirurgia plástica no nariz, colocar um aparelho? Não procura médico e dentista? Então! Antes de fazer uma tattoo, procure se informar sobre quais tatuadores são recomendados, visite o estúdio, pergunte do trabalho, da cicatrização, fuce, procure, se informe.

Tempos atrás, pela primeira vez em SETE ANOS, eu sofri preconceito por causa da minha tattoo: um ex-colega de faculdade viu e perguntou se era de henna. Quando eu disse "não, é permanente", ele teve o DESPLANTE de me chamar de maloqueira! Vontade de virar e falar "môbein, cê tem mó cara de maconheiro e eu nunca te falei nada". Nessas horas, o melhor é ficar quieto e deixar a pessoa conviver com a própria ignorância.

** Esclarecimento: antes de fazer a minha tattoo permanente, eu aproveitei o tempo da facul pra fazer o teste, e fiz O MESMO DESENHO, NO MESMO LOCAL, pelo menos, 5 vezes. Aí, a turma que conversava comigo já tava meio acostumada com o fato de eu estar tatuada numa semana, e na outra, não. **


2 comments:

Gisa said...

Ao contrario de voce, eu queria uma tatoo que eu nao pudesse ficar olhando toda hora, porque enjoo muito facil das coisas. Entao fiz no pescoço... acho super legal porque muitas vezes esqueço que tenho e aì vem alguem e comenta: "ahhh... voce tem uma tatoo..." Sò entao eu lembro que a bichinha tà ali... rsrsrs
Beijos

Fulana said...

hahahahahahaahahha
eu nunca animei de fazer uma não, e tenho meio que agonia desse povo over-tatuado. parece que depois de um determinado número de tatuagens, as pessoas encaram cada pedaço de pele livre como um espaço a ser preenchido... dá neuvoso!
mas apóio sua pimentinha e acho cerejinha um amor! e sim, é comum, mas fazer o que se te seduz?
se jogue!