07 September 2012

A Nova Taba

Então que, como falei com vcs, estou em nova taba - e já estou com vontade de sair de lá. Não, a taba não é ruim, os índios são tranquilos, os peixes são caçados com rede... aparentemente, tudo azul todo mundo nu/no Brasil, sol de norte a sul. Seria ótimo, não fosse o "aparentemente".

Aí que vcs devem ler a última frase e pensar "de novo, Grasi? Querendo mudar de taba DE NOVO?". Não é bem assim. O ambiente tabístico e a estrutura é legal. Os índios são legais. O cacique é exigente, e mostra claramente o que quer. Seria um desafio entrar em uma taba desse jeito, principalmente por se tratar de uma nova forma de pescar. Problema: subcacique, como é muito exigido(a) do cacicão, exige O DOBRO  da gente. Até aí, estaria tudo bem - não fosse um "pequeno" detalhe.

O fato é que eu entrei numa área em que, não contente em não dominar, eu simplesmente DETESTO garanto que a Geíza já sabe qual é! Além disso, tive apenas 15 dias para me ambientar e me inteirar da caça de  mais de, sei lá, 100 bichos, em mais de 10 florestas diferentes (geograficamente falando) - e vejo as malditas cobranças vindo como se eu já conhecesse toda a caça desde os primórdios dos tempos! E isso, minha gente, é horrível.

Eu sou a pessoa que mais exige de mim mesma. Não curto fazer trabalho mal feito, fazer nas coxas só pra entregar e mostrar trabalho, fingir que dou conta quando não dou... Fico me sentindo incompetente o tempo todo. E isso tudo é o que está acontecendo na nova taba: cobrança pra apresentar trabalho, num nível absurdo, e fico eu lá, no meio do tiroteio, tentando dar conta de todos os peixes que se esperam que sejam pescados; eu me sentindo incompetente... Pra preservar vários setores da minha vida que são importantes pra mim (família, amigos, saúde...), estou considerando sair da taba, a despeito de ter a clara consciência que se trata de uma das melhores tabas de Curitiba, em vários setores.

Estou só considerando quando vou sair de lá. Vai ser uma das coisas mais difíceis que farei na vida.

2 comments:

Natália T. said...

trabalhista? o povo geralmente não gosta de trabalhista, né... já eu, adoro.

Assim, acho que isso da pressão, é só até você se acostumar. Se é uma das melhores tabas de Curitiba, não saia! Boas oportunidades de trabalho não aparecem sempre.. e, se vc aceitou essa e sair daí, por livre e espontânea vontade, pra ir pra uma taba mais 'light', vai ficar queimada no mercado e depois nenhuma taba grande vai lhe querer.. né?

Força na peruca =)

Gisa said...

Agora que to lendo esse post, mas jà li o de cima que vc conta que saiu da taba. Ainda bem... tem coisas que o salario nao compra... e uma delas è a saùde. Principalmente a mental.

Boa sorte!