29 April 2005

Pensamentos diretamente da fonte...

Serenamente, sento-me em frente ao computador e começo a escrever, escrever, escrever, deixando as idéias passarem diretamente da minha mente para minhas mãos, sem refletir muito sobre elas, são tantas coisas...
São tantos sentimentos, inclusive um vazio, um sei-lá-o-que, uma vontade de gritar e de falar e de ouvir e de ter alguém do lado, e sei lá... Sabe? Vou deixando que todas as palavras loucas que passam na minha cabeça passem por aqui.
Inclusive algumas eu nem sei como escrever, só consigo ouvir a melodia delas e é um som tão lindo... Aí eu paro e resolvo ver o orkut, e vejo tantas coisas lá, tantas pessoas, todas procurando e se encontrando com pessoas que elas talvez jamais vissem com os mesmos olhos, e me lembro dos primeiros julgamentos e impressões das pessoas mais queridas da minha vida...
Lembro da primeira vez que vi Karinassa, em como achei ela meio narizinho empinado quando eu só tinha olhado pra ela, e depois vi a pessoa incrível, maravilhosa que ela é, tanto ela quanto a irmã dela - nossa, e eu só vi ela uma vez! - e por isso me sinto tão feliz em não ter fugido dela...
E por falar em fugas, me lembrei que estou tentando não fugir de uma pessoa muito importante pra mim, muito especial, e não quero por nada nesse mundo perder você de vista... Por favor, por favor, por favor, não me deixa fugir de novo, não pense que não me dói ver vc lá atrás... Eu não quero fugir de vc!!! Quero fugir PRA VC!
Me lembro da primeira vez que vi meu "irmão" A., e da última vez... Na primeira vez, achei ele meio narizinho empinado, mas como ele já era gatíssimo nessa época, achei que valia a pena tentar conhecer ele melhor. E não me arrependi - apesar de nunca ter tido coragem suficiente para tentar ficar com ele - pq ele é o homem mais gente boa que eu já conheci até hoje. E me lembro da última vez em que nos vimos... Tínhamos acabado de sair do colégio, eu já no segundo ano da facul e ele na batalha pela dele, e até hoje as duas frases mais marcantes dele que eu guardo são uma que ele falou na quinta série "Grasi, vc é virgem?" e eu respondi "Claro!" e ele respondeu, dando aquele sorriso lindo dele (acho até que ele tinha aparelho nos dentes, nessa época) "É? Eu sou de capricórnio!!!", mas principalmente, a frase "ué, se agora eu não posso pagar nem um sorvete pra minha irmã, vou pagar pra quem?", na frente do Mc Donald's da XV...(desculpa, Dé, a saudade bateu fundo e eu tou chorando de saudade!)
Me lembro da primeira vez que vi a minha turma de faculdade, do medo que eu senti, e da armadura de garota-forte-que-se-garante-e-não-precisa-de-ninguém que eu vesti na mesma hora... E lá descobri amigos queridíssimos, que eu acho que mesmo que a gente nunca mais se veja, vamos estar juntos... Né, G.???
Me lembro da primeira vez que vi o Z. (Karinassa sabe bem quem é) e de como ficamos falando só de academia, internet, de sorvete, de como demos risada... E, pasme, Karinassa, eu tb achei ele meio narizinho empinado!
Acho que tenho que regular o meu amigômetro... Afinal, meus melhores amigos não causaram imediatamente aquela típica sensação que relacionamos com a amizade. Inclusive, minha amigaça, que sabe de quase tudo da minha vida, que sabe que pode me ligar três horas da madruga que eu saio pra atender - e olha que eu sou preguiçosa! - não foi minha amiga de cara... Se ela topar, eu conto a história aqui um dia. É um típico caso de alguma coisa que deu errado no início e começou a melhorar... Até se transformar o que é hoje.
Quer saber? Eu agradeço ao meu amigômetro, por estar quebrado. Assim, não quebrei tanto a cara confiando logo de cara em quem não merecia...
A título de curiosidade: essa pessoa especial de quem eu quero fugir mas não quero ao mesmo tempo, tb não causou uma boa impressão em mim logo de cara... Achei que era uma pessoa comprometida... Achei que era abuso essa pessoa ficar me olhando... E olha só no que ela se transformou: em alguém que quero por perto, mas tenho medo...
Ah, queridos amigos, se vcs soubessem os pensamentos malucos que passam na minha cabeça volta e meia... Como vcs fazem falta nas minhas sessões de DVD... Quando como uma pizza de chocolate... Sei lá. Tou com saudades de vcs. Por favor, entrem em contato comigo!!! Tou com saudades!
P.S.: R, vc tb é uma pessoa legal. Mas eu deveria saber que vc causou uma impressão boa demais à primeira vista... Acho que é por isso que agora vejo que nunca fomos sequer amigos. Boa sorte na sua nova vida - PQ EU TOU MUITO FELIZ SEM VC!!!

1 comment:

Karinassa said...

Você deve ter sido a única pessoa do mundo que achou Z. meio narizinho empinado, heheheheh.
Quanto a mim, quem há de negar que sou besta mesmo? Mas sou uma besta que gosta muito de você Grasi! valeu por tantas referências! Minha primeira impressão sobre você foi de uma menina super santa (hahahahaha).